Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Poética’

das coisas

que eu fiz a metro

todos saberão

quantos quilometros

são

aquelas

em centimetros

sentimentos mínimos

ímpetos infinitos

não?

paulo leminski

Anúncios

Read Full Post »

Sábado. Vem trepar na trágica e confortável cama do passado, sobre os sedosos lençóis do presente numa noite primaveril amoral, safada, febrilmente delirante de expectativas e sonhos aterradores de futuro. Flores e vinho. Chamado do Cramulhão à Jurema, livre moderna bela, tão só, tão amada, tão triste, tão racional. Mas, é só uma trepada, trepada para uma noite de primavera.

Read Full Post »

tempestade

que passe

deixando intactas as pétalas

você passou por mim

as tuas asas abertas

passou

mas sinto ainda uma dor

no ponto exato do corpo

onde tua sombra tocou

que raio de dor é essa

que quanto mais dói

mais sai sol?

 

Paulo Leminski

(Estudos de J)

Read Full Post »

Continente

Que busca a humanidade se não felicidade? A questão é o que há contido na felicidade de cada ser humano? Entre o humano e a felicidade o que pertence ao ser, que seja efetivamente escolha sua e não feito a este crer que fora escolha dele.

Read Full Post »

Pascal Renaux

Não trabalhe, para:
políticos profissionais;
para exploradores;
para amores,
para paixões,
para depressões,
para parar.
saia do lugar, olhe em outra direção,
contemple o absurdo óbvio.
trabalhe… ou não trabalhe…
abandone a rotina que alimenta a loucura e mate a doença.
caminhar é um bom exercício…
poesia também pode trazer prazeres destruidores do mundinho rídiculo de medidas, moralidades, maquinações.
quem sabe um verso sobre paixão, ou simplismente apaixonado,

não destrua uma candidatura de presidenciável, ou de senador, ou deputado, ou governador….

quem sabe, quem sabe meu amigo Everaldo?

quem sabe um verso que cante olhos negros e cabelos sarará, encante…

quem sabe simplismente não renda uma boa trepada…

quem sabe amigo Everaldo…

Read Full Post »